Requalificação do espaço público de Darque é para manter no próximo mandato

Assistimos nestes últimos anos a uma verdadeira revolução em Darque, em termos de requalificação do espaço público e da sua área urbana, mas também na instalação e construção de equipamentos

O candidato do PS à Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, afirmou esta quinta-feira que vai manter a aposta na qualificação do espaço público da vila de Darque, através do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), programa municipal de 18,7 milhões de euros.

“Um terço desse valor foi investido em Darque e vamos usar o remanescente das verbas para concluir as intervenções. Darque precisava de uma intervenção profunda ao nível da qualificação do seu espaço público. Isso foi feito e no próximo mandato será continuado”, afirmou Luís Nobre.

O candidato socialista e vereador no executivo camarário há 16 anos apresentou, naquela vila, a lista do PS à Assembleia de Freguesia de Darque nas próximas eleições autárquicas, liderada por Joaquim Perre, tendo Luís Nobre destacado que entre as obras do PEDU e outras intervenções, aquela vila recebeu mais de 12 milhões de euros de investimentos de iniciativa municipal nos últimos oito anos.

“Basta ver o que está a acontecer na urbanização Quinta Bouça, que foi intervencionada pelo PEDU. Era um espaço público que não tinha condições ou qualidade, mas que hoje já está a ser usufruído pelos darquenses, com efeito imediato na qualidade de vida, nomeadamente através da ciclovia, das vias pedonais ou do ajardinamento junto à Estrada Nacional 13. E o mesmo vemos na Quinta do Sequeiro e na urbanização da Cidade Nova, que também têm obras do PEDU para devolver os seus espaços públicos às pessoas”, explicou.

Tudo isto, destacou, “sem considerar” o novo acesso ao Porto de Mar, que representa “uma importante conquista em termos ambientais e de qualidade de vida para a população de Darque”. Recordou igualmente a aposta na requalificação das frentes atlântica e fluvial, com a instalação de equipamentos desportivos náuticos, o que permitiu mudar a dinâmica da freguesia.

“Assistimos nestes últimos anos a uma verdadeira revolução em Darque, em termos de requalificação do espaço público e da sua área urbana, mas também na instalação e construção de equipamentos”, disse Luís Nobre, referindo igualmente as intervenções nos bairros sociais, também em Darque, financiadas pelo município.

A candidatura liderada por Luís Nobre apresenta aos eleitores um programa assente em nove eixos estratégicos, que integram 48 medidas a implementar nos 48 meses do próximo mandato. Um desses eixos prevê “Garantir a coesão territorial”, através da descentralização de serviços, infraestruturas e equipamentos e inclui medidas como atingir a meta de 90% de taxa de cobertura da rede de saneamento no município e de 100% no abastecimento de água. Ainda ampliar a Rede de Espaços do Cidadão nas freguesias e apostar na criação do Balcão Digital “Município perto de si”, uma plataforma que permitirá a comunicação ágil entre os cidadãos e todos serviços municipais a partir de cada freguesia, bem como o reforço das políticas para o bem-estar animal, através da operacionalização do Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia e criação de uma Unidade Especial de Salvamento e Resgate Animal.

Entre essas 48 medidas consta ainda a conclusão do programa de reabilitação urbana “PEDU de Viana do Castelo”, na área urbana da cidade, com projetos a desenvolver na Areosa, Monserrate, Santa Maria Maior, Meadela e Darque.

“Percorremos o concelho, dialogamos nos últimos meses com mais de 300 organizações, entidades, associações e mais de 1.000 personalidades e cidadãos ativos do concelho nas competências sociais, culturais e económicas para elaborar uma proposta eleitoral com 48 medidas concretas para os 48 meses do mandato”, explicou Luís Nobre.

Em Darque, o candidato socialista afirmou ainda que apresenta aos vianenses uma “equipa com provas dadas e com resultados para apresentar”.

“Agora temos também de liderar a mobilização dos vianenses para a retoma económica e social no pós-pandemia, convencendo, unindo e mostrando o caminho, com uma ideia clara: Nenhum vianense ficará para trás.  A nossa proposta assenta em construir um futuro sustentável onde as políticas concretas e inovadoras para a Mobilidade, a Habitação, o Ambiente e a Economia continuarão a ser a força motriz da nossa ação”, concluiu.

 

Requalificação do espaço público de Darque é para manter no próximo mandato

Assistimos nestes últimos anos a uma verdadeira revolução em Darque, em termos de requalificação do espaço público e da sua área urbana, mas também na instalação e construção de equipamentos

O candidato do PS à Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, afirmou esta quinta-feira que vai manter a aposta na qualificação do espaço público da vila de Darque, através do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), programa municipal de 18,7 milhões de euros.

“Um terço desse valor foi investido em Darque e vamos usar o remanescente das verbas para concluir as intervenções. Darque precisava de uma intervenção profunda ao nível da qualificação do seu espaço público. Isso foi feito e no próximo mandato será continuado”, afirmou Luís Nobre.

O candidato socialista e vereador no executivo camarário há 16 anos apresentou, naquela vila, a lista do PS à Assembleia de Freguesia de Darque nas próximas eleições autárquicas, liderada por Joaquim Perre, tendo Luís Nobre destacado que entre as obras do PEDU e outras intervenções, aquela vila recebeu mais de 12 milhões de euros de investimentos de iniciativa municipal nos últimos oito anos.

“Basta ver o que está a acontecer na urbanização Quinta Bouça, que foi intervencionada pelo PEDU. Era um espaço público que não tinha condições ou qualidade, mas que hoje já está a ser usufruído pelos darquenses, com efeito imediato na qualidade de vida, nomeadamente através da ciclovia, das vias pedonais ou do ajardinamento junto à Estrada Nacional 13. E o mesmo vemos na Quinta do Sequeiro e na urbanização da Cidade Nova, que também têm obras do PEDU para devolver os seus espaços públicos às pessoas”, explicou.

Tudo isto, destacou, “sem considerar” o novo acesso ao Porto de Mar, que representa “uma importante conquista em termos ambientais e de qualidade de vida para a população de Darque”. Recordou igualmente a aposta na requalificação das frentes atlântica e fluvial, com a instalação de equipamentos desportivos náuticos, o que permitiu mudar a dinâmica da freguesia.

“Assistimos nestes últimos anos a uma verdadeira revolução em Darque, em termos de requalificação do espaço público e da sua área urbana, mas também na instalação e construção de equipamentos”, disse Luís Nobre, referindo igualmente as intervenções nos bairros sociais, também em Darque, financiadas pelo município.

A candidatura liderada por Luís Nobre apresenta aos eleitores um programa assente em nove eixos estratégicos, que integram 48 medidas a implementar nos 48 meses do próximo mandato. Um desses eixos prevê “Garantir a coesão territorial”, através da descentralização de serviços, infraestruturas e equipamentos e inclui medidas como atingir a meta de 90% de taxa de cobertura da rede de saneamento no município e de 100% no abastecimento de água. Ainda ampliar a Rede de Espaços do Cidadão nas freguesias e apostar na criação do Balcão Digital “Município perto de si”, uma plataforma que permitirá a comunicação ágil entre os cidadãos e todos serviços municipais a partir de cada freguesia, bem como o reforço das políticas para o bem-estar animal, através da operacionalização do Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia e criação de uma Unidade Especial de Salvamento e Resgate Animal.

Entre essas 48 medidas consta ainda a conclusão do programa de reabilitação urbana “PEDU de Viana do Castelo”, na área urbana da cidade, com projetos a desenvolver na Areosa, Monserrate, Santa Maria Maior, Meadela e Darque.

“Percorremos o concelho, dialogamos nos últimos meses com mais de 300 organizações, entidades, associações e mais de 1.000 personalidades e cidadãos ativos do concelho nas competências sociais, culturais e económicas para elaborar uma proposta eleitoral com 48 medidas concretas para os 48 meses do mandato”, explicou Luís Nobre.

Em Darque, o candidato socialista afirmou ainda que apresenta aos vianenses uma “equipa com provas dadas e com resultados para apresentar”.

“Agora temos também de liderar a mobilização dos vianenses para a retoma económica e social no pós-pandemia, convencendo, unindo e mostrando o caminho, com uma ideia clara: Nenhum vianense ficará para trás.  A nossa proposta assenta em construir um futuro sustentável onde as políticas concretas e inovadoras para a Mobilidade, a Habitação, o Ambiente e a Economia continuarão a ser a força motriz da nossa ação”, concluiu.

Outras notícias