Luís Nobre propõe aos vianenses uma medida para cada mês do próximo mandato

“Foi preparado nos últimos meses, após percorrermos o concelho, em reuniões descentralizadas com as forças vivas e autoridades de todas as freguesias, com associações e mais de 1.000 personalidades e cidadãos ativos do concelho nas áreas sociais, culturais e económicas. O resultado é uma proposta eleitoral com 48 medidas concretas para os 48 meses do mandato”

A candidatura do PS à Câmara Municipal de Viana do Castelo, liderada por Luís Nobre, disponibilizou hoje publicamente a sua proposta eleitoral aos vianenses, com 48 medidas, uma por cada mês do próximo mandato autárquico.

“Foi preparado nos últimos meses, após percorrermos o concelho, em reuniões descentralizadas com as forças vivas e autoridades de todas as freguesias, com associações e mais de 1.000 personalidades e cidadãos ativos do concelho nas áreas sociais, culturais e económicas.

O resultado é uma proposta eleitoral com 48 medidas concretas para os 48 meses do mandato”, afirma Luís Nobre.

A construção de três unidades de saúde, a criação de cinco novas zonas empresariais e de um centro logístico, da nova ponte sobre o rio Lima e da nova ligação da A28 ao Vale do Neiva são algumas dessas 48 medidas concretas que a candidatura do PS promete adotar no próximo mandato, em alguns casos dando continuidade ao trabalho anterior.

A proposta eleitoral, já disponível em www.luisnobre.com, assenta em nove eixos estratégicos: “Saúde mais próxima”, “Atrair investimento e Fixar talento”, “Criar oportunidades, Garantir a Coesão”, “Cultura com identidade”, “Valorizar a educação, Afirmar o desporto”, “Garantir a coesão territorial”, “Liderar o desafio digital”, “Cuidar do ambiente, Investir no futuro” e “Recuperação pós-pandemia”.

“É a base para construir um futuro sustentável, onde as políticas concretas e inovadoras para a Mobilidade, a Habitação, o Ambiente e a Economia continuarão a ser a força motriz. Este programa pretende apostar na qualidade de vida, através da Saúde, da Educação e qualificação, tendo a Cultura e o Desporto como fatores de coesão social”, explica Luís Nobre.

Entre outras medidas concretas contam-se ainda a criação do “Bus Indústria” – uma rede de transportes para servir as Zonas Industriais -, do Centro de Negócios e Congressos de Viana do Castelo, da Cidade Desportiva ou da nova Piscina Municipal.

“Somos uma equipa que tem provas dadas e resultados para apresentar, que os vianenses conhecem. Agora temos também de liderar a mobilização para a retoma económica e social no pós-pandemia, convencendo, unindo e mostrando o caminho. Connosco, nenhum vianense ficará para trás”, assume Luís Nobre, candidato e vereador do executivo municipal há 16 anos.

Promover a candidatura de Viana do Castelo a Capital Europeia da Cultura 2027, elaborar a candidatura do Centro Histórico da cidade a Património Mundial da UNESCO, garantir o aumento em 25% da capacidade instalada das creches, implementar o programa “Habitação mais acessível”, através da oferta de habitação a custos controlados ou rendas acessíveis, ou isentar os jovens até 35 anos de taxas municipais para construção de primeira habitação são outras das 48 medidas concretas para os 48 meses do próximo mandato e que Luís Nobre vai apresentar aos vianenses ao longo dos próximos dias.

Luís Nobre propõe aos vianenses uma medida para cada mês do próximo mandato

“Foi preparado nos últimos meses, após percorrermos o concelho, em reuniões descentralizadas com as forças vivas e autoridades de todas as freguesias, com associações e mais de 1.000 personalidades e cidadãos ativos do concelho nas áreas sociais, culturais e económicas. O resultado é uma proposta eleitoral com 48 medidas concretas para os 48 meses do mandato”

A candidatura do PS à Câmara Municipal de Viana do Castelo, liderada por Luís Nobre, disponibilizou hoje publicamente a sua proposta eleitoral aos vianenses, com 48 medidas, uma por cada mês do próximo mandato autárquico.

“Foi preparado nos últimos meses, após percorrermos o concelho, em reuniões descentralizadas com as forças vivas e autoridades de todas as freguesias, com associações e mais de 1.000 personalidades e cidadãos ativos do concelho nas áreas sociais, culturais e económicas.

O resultado é uma proposta eleitoral com 48 medidas concretas para os 48 meses do mandato”, afirma Luís Nobre.

A construção de três unidades de saúde, a criação de cinco novas zonas empresariais e de um centro logístico, da nova ponte sobre o rio Lima e da nova ligação da A28 ao Vale do Neiva são algumas dessas 48 medidas concretas que a candidatura do PS promete adotar no próximo mandato, em alguns casos dando continuidade ao trabalho anterior.

A proposta eleitoral, já disponível em www.luisnobre.com, assenta em nove eixos estratégicos: “Saúde mais próxima”, “Atrair investimento e Fixar talento”, “Criar oportunidades, Garantir a Coesão”, “Cultura com identidade”, “Valorizar a educação, Afirmar o desporto”, “Garantir a coesão territorial”, “Liderar o desafio digital”, “Cuidar do ambiente, Investir no futuro” e “Recuperação pós-pandemia”.

“É a base para construir um futuro sustentável, onde as políticas concretas e inovadoras para a Mobilidade, a Habitação, o Ambiente e a Economia continuarão a ser a força motriz. Este programa pretende apostar na qualidade de vida, através da Saúde, da Educação e qualificação, tendo a Cultura e o Desporto como fatores de coesão social”, explica Luís Nobre.

Entre outras medidas concretas contam-se ainda a criação do “Bus Indústria” – uma rede de transportes para servir as Zonas Industriais -, do Centro de Negócios e Congressos de Viana do Castelo, da Cidade Desportiva ou da nova Piscina Municipal.

“Somos uma equipa que tem provas dadas e resultados para apresentar, que os vianenses conhecem. Agora temos também de liderar a mobilização para a retoma económica e social no pós-pandemia, convencendo, unindo e mostrando o caminho. Connosco, nenhum vianense ficará para trás”, assume Luís Nobre, candidato e vereador do executivo municipal há 16 anos.

Promover a candidatura de Viana do Castelo a Capital Europeia da Cultura 2027, elaborar a candidatura do Centro Histórico da cidade a Património Mundial da UNESCO, garantir o aumento em 25% da capacidade instalada das creches, implementar o programa “Habitação mais acessível”, através da oferta de habitação a custos controlados ou rendas acessíveis, ou isentar os jovens até 35 anos de taxas municipais para construção de primeira habitação são outras das 48 medidas concretas para os 48 meses do próximo mandato e que Luís Nobre vai apresentar aos vianenses ao longo dos próximos dias.

Outras notícias