Aposta nas freguesias com resultados na qualidade de vida dos vianenses

“Temos dois terços da nossa população fora do perímetro urbano, conseguimos suster este movimento natural, as pessoas têm qualidade de vida também fora da cidade, o papel das Juntas de Freguesia tem sido essencial, numa estratégia conjunta que conferiu qualidade ao território”

O candidato do Partido Socialista (PS) à Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, afirma que o município tem conseguido suster a concentração de população, criando condições estruturais e de qualidade na periferia, em articulação com as freguesias. Como exemplo, explicou que dois terços da população do concelho vivem fora da cidade, contrariando o fenómeno natural de concentração nos grandes centros urbanos.

O tema foi abordado na noite de terça-feira pelo candidato, atual vereador com o pelouro do Desenvolvimento Económico e que integra o executivo da Câmara de Viana do Castelo há 16 anos, durante um encontro com representantes da freguesia de Vila de Punhe, na sede do quase centenário Neves Futebol Clube, um dos exemplos da descentralização da qualidade e condições de vida para o exterior do perímetro urbano, neste caso na área do desporto.

“Temos dois terços da nossa população fora do perímetro urbano, conseguimos suster este movimento natural, as pessoas têm qualidade de vida também fora da cidade, o papel das Juntas de Freguesia tem sido essencial, numa estratégia conjunta que conferiu qualidade ao território”, defendeu o candidato do PS.

Luís Nobre recordou que com serviços, infraestruturas, equipamentos e acessibilidades, num processo de desenvolvimento que se tem pautado pela articulação total com as Juntas de Freguesia, tem sido possível melhorar as condições de vida também fora do perímetro urbano, o que se traduz ainda na captação de população e consequentemente de novos investimentos.

Na reunião em Vila de Punhe, com a habitual partilha de sugestões com o candidato, estiveram presentes representantes de diversas áreas, desde a empresarial, associativa, desportiva, cultural e social.

O candidato do PS à Câmara Municipal de Viana do Castelo tem vindo a insistir que é necessário “ouvir ideias e sugestões” de todos para “construir um projeto mais completo”, a ser submetido ao sufrágio dos vianenses.

Formado em Arquitetura e Urbanismo, pós-graduado em Direito das Autarquias Locais e Urbanismo, Luís Nobre, 49 anos, é vereador da Câmara de Viana do Castelo há 16 anos, tendo exercido ainda funções como autarca de freguesia durante outros 11 anos.

Aposta nas freguesias com resultados na qualidade de vida dos vianenses

“Temos dois terços da nossa população fora do perímetro urbano, conseguimos suster este movimento natural, as pessoas têm qualidade de vida também fora da cidade, o papel das Juntas de Freguesia tem sido essencial, numa estratégia conjunta que conferiu qualidade ao território”

O candidato do Partido Socialista (PS) à Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, afirma que o município tem conseguido suster a concentração de população, criando condições estruturais e de qualidade na periferia, em articulação com as freguesias. Como exemplo, explicou que dois terços da população do concelho vivem fora da cidade, contrariando o fenómeno natural de concentração nos grandes centros urbanos.

O tema foi abordado na noite de terça-feira pelo candidato, atual vereador com o pelouro do Desenvolvimento Económico e que integra o executivo da Câmara de Viana do Castelo há 16 anos, durante um encontro com representantes da freguesia de Vila de Punhe, na sede do quase centenário Neves Futebol Clube, um dos exemplos da descentralização da qualidade e condições de vida para o exterior do perímetro urbano, neste caso na área do desporto.

“Temos dois terços da nossa população fora do perímetro urbano, conseguimos suster este movimento natural, as pessoas têm qualidade de vida também fora da cidade, o papel das Juntas de Freguesia tem sido essencial, numa estratégia conjunta que conferiu qualidade ao território”, defendeu o candidato do PS.

Luís Nobre recordou que com serviços, infraestruturas, equipamentos e acessibilidades, num processo de desenvolvimento que se tem pautado pela articulação total com as Juntas de Freguesia, tem sido possível melhorar as condições de vida também fora do perímetro urbano, o que se traduz ainda na captação de população e consequentemente de novos investimentos.

Na reunião em Vila de Punhe, com a habitual partilha de sugestões com o candidato, estiveram presentes representantes de diversas áreas, desde a empresarial, associativa, desportiva, cultural e social.

O candidato do PS à Câmara Municipal de Viana do Castelo tem vindo a insistir que é necessário “ouvir ideias e sugestões” de todos para “construir um projeto mais completo”, a ser submetido ao sufrágio dos vianenses.

Formado em Arquitetura e Urbanismo, pós-graduado em Direito das Autarquias Locais e Urbanismo, Luís Nobre, 49 anos, é vereador da Câmara de Viana do Castelo há 16 anos, tendo exercido ainda funções como autarca de freguesia durante outros 11 anos.

Outras notícias