Concluir requalificação do Centro Histórico após construção do mercado municipal é prioridade

“Representa a recuperação da normalidade urbanística e o restabelecimento funcional da nossa cidade e do nosso Centro Histórico”

O candidato do Partido Socialista (PS) à Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, apontou hoje como prioridade a conclusão da requalificação do Centro Histórico da cidade, com a construção do Mercado Municipal, prevendo ainda avançar com a candidatura a património da UNESCO e rendas controladas para comerciantes.

“Sim, chegou o momento por muitos desejado. Finalmente vamos construir o nosso Mercado Municipal, um equipamento estrutural para a revitalização da nossa cidade e do nosso Centro Histórico”, afirmou Luís Nobre, durante a abertura da sede da candidatura “Acreditar no futuro”, localizada na rua Nova de Santana, precisamente no centro da cidade de Viana do Castelo.

O novo Mercado Municipal começará a ser construído em 2022, após a conclusão da obra de desconstrução do Edifício Jardim, um projeto estruturante para a cidade e preparado ao longo de vinte anos pela liderança do PS na autarquia.

“Representa a recuperação da normalidade urbanística e o restabelecimento funcional da nossa cidade e do nosso Centro Histórico”, sublinhou.

Para a candidatura liderada por Luís Nobre, que integra o executivo da Câmara de Viana do Castelo há 16 anos, esta intervenção corrige um erro urbanístico com quase 50 anos e lança condições para a candidatura do Centro Histórico à UNESCO: “Estaremos prontos para avançar para a preparação da candidatura do Centro Histórico de Viana do Castelo a Património Mundial da Humanidade. Assim o faremos”.

Em paralelo com a construção do novo Mercado Municipal, a candidatura do PS à Câmara de Viana do Castelo já estabeleceu as bases para o lançamento do programa “Reativa Comércio”. Segundo Luís Nobre, prevê a criação de bolsa de espaços com 40 novas lojas e 10 lojas âncora, para instalação de comércios com rendas controladas no Centro Histórico.

Na sua intervenção, Luís Nobre destacou igualmente a qualidade da intervenção de requalificação, reabilitação e regeneração realizada no Centro Histórico nas últimas duas décadas pela autarquia, liderada pelo PS, que impulsionou o investimento privado.

“Porque acreditávamos, mobilizamos proprietários e investidores para nos acompanharem nesta ambição. Ganhamos, vencemos todos. Este é um centro com uma profunda matriz histórica, patrimonial e com uma identidade que soubemos preservar. Um espaço de todos e para todos. Vamos aprofundar as políticas de revitalização de forma a atrair mais pessoas, mais diversidade e agentes económicos, mais estudantes e mais turistas”, disse ainda.

Para Luís Nobre, o projeto do PS para o Centro Histórico de Viana do Castelo envolve igualmente a liderança na transformação tecnológica e digital: “É essa condição que desejamos para a nossa cidade”.

Concluir requalificação do Centro Histórico após construção do mercado municipal é prioridade

“Representa a recuperação da normalidade urbanística e o restabelecimento funcional da nossa cidade e do nosso Centro Histórico”

O candidato do Partido Socialista (PS) à Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, apontou hoje como prioridade a conclusão da requalificação do Centro Histórico da cidade, com a construção do Mercado Municipal, prevendo ainda avançar com a candidatura a património da UNESCO e rendas controladas para comerciantes.

“Sim, chegou o momento por muitos desejado. Finalmente vamos construir o nosso Mercado Municipal, um equipamento estrutural para a revitalização da nossa cidade e do nosso Centro Histórico”, afirmou Luís Nobre, durante a abertura da sede da candidatura “Acreditar no futuro”, localizada na rua Nova de Santana, precisamente no centro da cidade de Viana do Castelo.

O novo Mercado Municipal começará a ser construído em 2022, após a conclusão da obra de desconstrução do Edifício Jardim, um projeto estruturante para a cidade e preparado ao longo de vinte anos pela liderança do PS na autarquia.

“Representa a recuperação da normalidade urbanística e o restabelecimento funcional da nossa cidade e do nosso Centro Histórico”, sublinhou.

Para a candidatura liderada por Luís Nobre, que integra o executivo da Câmara de Viana do Castelo há 16 anos, esta intervenção corrige um erro urbanístico com quase 50 anos e lança condições para a candidatura do Centro Histórico à UNESCO: “Estaremos prontos para avançar para a preparação da candidatura do Centro Histórico de Viana do Castelo a Património Mundial da Humanidade. Assim o faremos”.

Em paralelo com a construção do novo Mercado Municipal, a candidatura do PS à Câmara de Viana do Castelo já estabeleceu as bases para o lançamento do programa “Reativa Comércio”. Segundo Luís Nobre, prevê a criação de bolsa de espaços com 40 novas lojas e 10 lojas âncora, para instalação de comércios com rendas controladas no Centro Histórico.

Na sua intervenção, Luís Nobre destacou igualmente a qualidade da intervenção de requalificação, reabilitação e regeneração realizada no Centro Histórico nas últimas duas décadas pela autarquia, liderada pelo PS, que impulsionou o investimento privado.

“Porque acreditávamos, mobilizamos proprietários e investidores para nos acompanharem nesta ambição. Ganhamos, vencemos todos. Este é um centro com uma profunda matriz histórica, patrimonial e com uma identidade que soubemos preservar. Um espaço de todos e para todos. Vamos aprofundar as políticas de revitalização de forma a atrair mais pessoas, mais diversidade e agentes económicos, mais estudantes e mais turistas”, disse ainda.

Para Luís Nobre, o projeto do PS para o Centro Histórico de Viana do Castelo envolve igualmente a liderança na transformação tecnológica e digital: “É essa condição que desejamos para a nossa cidade”.

Outras notícias